Seria apenas uma noite normal dentro das pick-ups para Ray Rivera, também conhecido como o DJ Infinite, no clube Pulse, na Flórida (EUA). No entanto, quando um atirador armado entrou e matou mais de 50 pessoas lá, ele percebeu que estava no meio de uma tragédia. Os detalhes desse fato que choicou o mundo inteiro e principalmente a comunidade LGBT ainda estão surgindo, mas parece que esse ataque foi planejado por um simpatizante do ISIS que morava nos EUA. Mesmo que ele tenha sido previamente investigado pelo FBI e já tenha sido considerado um suspeito de terrorismo, esse maníaco assassino conseguiu comprar um rifle militar no Estado da Flórida.

Rivera conversou com "The Daily Beast" sobre a sua traumática experiência no que é hoje o tiroteio em massa mais mortal na história dos EUA e contou ao jornal como tentou ajudar alguns frequentadores que estavam lá e tiveram a vida salva por causa dele.

O DJ estava tocando no pátio dos fundos do clube quando o tiroteio começou, e sua reação foi bem rápida. A princípio, pensou que o tiroteio eram de fogos de artifício, no entanto enfrentaria algo bem pior. Segundo Rivera, "Primeiro, eu abaixei o volume música e ouvi mais alguns barulhos. Eram tiros. Aí desliguei tudo".

Nessa hora, as pessoas em pânico começaram a fugir do prédio às centenas, passando pelo pátio onde Rivera estava tocando. "Eu me abaixei atrás da cabine", disse Rivera. "As pessoas estavam correndo da pista principal para o pátio, que leva para o estacionamento... Logo se esvaziou. Todo mundo estava em pânico ... Eu olhei para dentro e vi muitas pessoas deitadas no chão da pista principal."

Quando foi se proteger atrás da cabine, uma jovem se juntou a ele, ficando em segurança com o DJ. Em um mundo onde DJs estão ferindo a si mesmos e também aos outros, enquanto praticam o exibicionismo e atiram até bolos nos fãs, precisamos Dde Js mais altruístas como Rivera. Não só pelo fato de ele ter ajudado a garota, mas também por ter ajudado muita gente ao ser cauteloso e ter desligado a música quando o tiroteio começou.

"Eu nunca imaginei que eu enfrentaria algo parecido com isso. Foi tão terrível."