No mundo da eletrônica, nós sabemos que a criativade não tem limite. Um exemplo é o novo álbum de Matthew Herbert, que será um novo e inusitado projeto chamado "A Nude" (A Perfect Body) --cuja tradução em português significa "Nu" (Um corpo perfeito). Em outras palavras: o produtor britânico lançará no dia 1º/7 um disco composto por gravações de barulhos de um corpo nu. Sim, é isso mesmo que você leu. As faixas do disco terão gravações de todos os sons que um corpo peladão faz "comendo", "dormindo", "lavando-se, "movendo-se" e assim por diante.

O processo de construção do disco deu-se da seguinte forma: Herbert gravou os sons de um corpo nu em um quarto durante 24 horas e, em seguida, condensou os barulhos para criar "um nu musical em sua forma mais pura". As composições variam desde vários minutos a uma hora de duração. É dividido em oito "partes".

Os nomes das músicas descrevem os movimentos que o corpo nu fez. As três primeiras tracks se chamam, por exemplo, "Dormindo", "Acordando" e "Higienizando-se". A última faixa é intitulada "Cagando".

Não é a primeira vez que o produtor usa métodos inusitados para fazer e lançar música. Em fevereiro, Herbert lançou sua série "Edible Sound" com um release impresso numa tortilha em forma de wrap. Ele continuou a série em março, usando queijo, presunto, berinjela, cebola, batata e açúcar mascavo em registros comestíveis e mostrando toda a coleção em um show em Londres.

Estamos ansiosos para ouvir o que vem por aí!